skip to Main Content
51 9.9983-0283 51 3466.5531 espacobambui@gmail.com R. Brasil 680, Canoas RS Facebook

Você apenas demora para dormir ou tem insônia?

Engatar no sono nem sempre é algo simples, não é mesmo? Muitas pessoas têm dificuldade de dormir e algumas, inclusive, passam por crises de insônia com certa frequência. Só que a maioria das pessoas não sabe ao certo quanto tempo leva – de acordo com a ciência – para pegarmos no sono.

É possível, por exemplo, que você tenha a percepção equivocada de que demora mais para dormir do que deveria.

Para saber mais sobre o assunto, nós conferimos dados da organização norte-americana National Sleep Foundation. Essa ONG visa melhorar a saúde e o bem-estar dos indivíduos por meio da educação, defendendo principalmente a importância de uma rotina com sono de qualidade. Dá uma conferida!

O organismo deve demorar entre 10 e 20 minutos para engatar no sono.

De acordo com a ONG National Sleep Foundation, o normal é que o indivíduo demore, após deitar-se, entre 10 e 20 minutos para engatar no sono. Ou seja, caso você esteja levando muito mais (ou menos) tempo para dormir, é provável que haja algum desequilíbrio na sua rotina.

Dormir rápido demais pode ser sinal de cansaço excessivo

Quando engatamos no sono de forma quase instantânea significa que estamos mais cansados do que deveríamos. Neste caso, é importante verificar se você tem (ou não) dormido pouco nos últimos dias para, assim, estabelecer alguma mudança. Lembre-se de que o ideal é dormir ao menos 8 horas por dia e tente estabelecer horários e organizar a agenda para atingir essa meta!

Terapias para insônia, estresse e ansiedade

Caso você esteja demorando mais que 20 minutos para engatar no sono, é provável que tenha determinado problema adiando a chegada do sono. Quem sofre com estresse ou ansiedade, por exemplo, pode apresentar sintomas de insônia e encontrar mais dificuldade para dormir.

Neste caso, uma boa dica é fazer meditação, yoga, pilates, massoterapia, ou até tomar um chazinho à noite para desacelerar a mente.

Existem outras abordagens terapêuticas que apresentam resultados significativos para muitas pessoas, como a Terapia Floral com os Florais de Bach, Balanceamento Muscular, para alívio de tensões, acupuntura e hipnose clínica, especialmente em casos onde a insônia vem de algum trauma.

Cafeína é um problema?

Consumir cafeína de forma exagerada também pode contribuir para a perda de sono. Isso não é a realidade para muitas pessoas, mas as que relatam os efeitos da cafeína sempre falam da insônia.

Isso porque essa substância libera compostos químicos no nosso cérebro que nos mantêm despertos. Isso é muito bom, pois a insônia é apenas efeito de uma substância estimulante! Por conta disso, o ideal é não exagerar em bebidas como café, chá verde ou preto, por exemplo, no período da noite.

Faça o teste. Aqui umas dicas:

  • Deixe o café apenas para a parte da manhã
  • Na tarde, beba descafeinado ou um chá sem cafeína
  • Cuidado com o chimarrão, refrigerante, chá verde e outras bebidas que possuem cafeína também
  • Substitua por um chá sem cafeína e veja como você dorme
  • Veja a qualidade do seu sono

Como buscar mais qualidade de sono?

Para garantir uma rotina com sono de qualidade, existem alguns truques que você pode seguir: tomar chás calmantes (como os de camomila, maracujá e capim-cidreira), evitar mexer no celular durante a noite, praticar exercícios, criar o hábito da leitura e se alimentar de forma correta – isto é, comendo alimentos mais leves e saudáveis à noite. Seguindo essas recomendações, fica muito mais fácil garantir boas noites de sono e bem-estar a longo prazo.

Back To Top