skip to Main Content
51 9.9983-0283 51 3466.5531 espacobambui@gmail.com R. Brasil 680, Canoas RS Facebook
Alimentação Sustentável: Ajude A Sua Saúde E Também O Meio Ambiente

Alimentação Sustentável: ajude a sua saúde e também o meio ambiente

Você sabia que cuidar do meio ambiente vai muito além de não cortar árvores ou poluir rios? No seu dia a dia, tomar algumas atitudes sustentáveis (ações que diminuem o impacto negativo ao meio ambiente) pode fazer a diferença. A alimentação é uma delas.

Ao escolher os produtos de sua dieta, você pode cuidar da sua saúde física e ajudar a preservar o planeta. Para isso, basta considerar a maneira como o alimento foi produzido, cultivado e o impacto ambiental dessa produção.

Caminhamos para um nível de consciência onde não basta “apenas” ser saudável. Se para ser saudável você gasta mais recursos e polui mais o meio ambiente, talvez seja a hora de rever suas ações. Busque um nutricionista que conheça e valorize essa proposta e pessoas que compartilhem isso. Para te auxiliar a fazer isso de maneira mais fácil, selecionamos dicas para você entrar de cabeça no mundo da alimentação sustentável.

Faça compras na sua região

Dê preferência a produtos cultivados e produzidos na sua cidade, que, por não atravessarem grandes distâncias até o ponto de venda, consomem menos gasolina, preservam o meio ambiente da emissão de gases e têm preços mais baixos.

Além disso, ao prestigiar o comércio de seu bairro, você contribui para o seu crescimento e para a geração de empregos locais.

Descubra quais são as feiras orgânicas da sua região e compre alimentos frescos, sem agrotóxicos, da época e de produtos locais!

Consuma alimentos da safra

Os alimentos da safra são mais nutritivos, saborosos e custam menos. No período da safra, não se usa aditivos químicos que podem penetrar no alimento, alterando o sabor e seus nutrientes.

Além disso, fora do período de colheita, eles precisam ser cultivados em local com clima próprio, geralmente distante do ponto de venda, elevando muito os custos de transporte e, consequentemente, o preço final do produto.

Prefira produtos orgânicos

Como não utiliza agrotóxicos, fertilizantes ou pesticidas, o cultivo de alimentos orgânicos beneficia o meio ambiente e a biodiversidade (conjunto de todas as espécies de seres vivos).

A não utilização de produtos químicos preserva a água e não polui o solo, evitando a sua destruição e erosão. Uma dica valiosa é só comprar produtos que tenham em sua embalagem o selo de certificação, com a inscrição “Produto Orgânico Brasil”.

Coma menos carne

A criação de bovinos é uma das grandes responsáveis pelo efeito estufa, devido às queimadas provocadas pela atividade, que também possui um alto consumo de água.

Portanto, uma boa pedida é reduzir seu consumo, adicionando mais cereais, legumes e verduras na sua alimentação. Mas, lembre-se: não dispense completamente o consumo de carne vermelha, pois ela contém nutrientes essenciais para o organismo, como proteínas, ferro e vitamina B12.

Reduza o número de embalagens

Alimentos não embalados agridem menos o meio ambiente – afinal, embalagens viram lixo. E não é só isso. Produtos industrializados e congelados consomem mais energia para serem produzidos.

Caso não tenha jeito, opte pelos que têm embalagens que podem ser reaproveitadas, e fuja de tudo o que venha em embalagens duplas, como alguns biscoitos.

Evite sempre pedir comida para viagem, que costuma vir em plástico ou isopor, e prefira sacolas reutilizáveis.

Reaproveite sobras de comida

De acordo com a Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO), cerca de 1,3 bilhão de toneladas de alimentos são desperdiçados anualmente no mundo. E o Brasil está entre os dez países que mais desperdiçam.

Então, se você quer ajudar a reverter esse quadro, prepare receitas que usem integralmente os alimentos e reaproveite as sobras.

Você pode preparar diversos pratos com as chamadas partes não convencionais do alimento, como folhas de cenoura, talos de beterraba, cascas de batata, sementes de abóbora, entrecascas de melancia, etc.

Faça lista de compras

Ao planejar o que será comprado, você evita excessos que acabarão no lixo. Faça compras semanais e elabore o cardápio do período antes de ir ao mercado.

Dessa maneira, frutas, verduras e laticínios (produtos que estragam mais facilmente) são adquiridos na quantidade certa, evitando o desperdício e aumentando a sua economia.

Armazene corretamente

Fique atento ao armazenamento dos alimentos, pois é isso que determinará o tempo de vida útil deles.

  • Frutas e verduras devem ser higienizadas, secas e guardadas na geladeira
  • Carnes e frios devem ser acondicionadas em vasilhas fechadas e guardadas na parte superior do aparelho
  • Biscoitos e cereais, como arroz, devem estar em local arejado e em recipientes limpos e tampados
  • Óleos e gorduras precisam estar em embalagens escuras e longe da incidência de luz e da umidade
  • Para alimentos industrializados devem-se seguir as instruções de conservação presentes no rótulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top