skip to Main Content
51 9.9983-0283 51 3466.5531 espacobambui@gmail.com R. Brasil 680, Canoas RS Facebook
Entendendo A Ansiedade No Físico E No Psicológico

Entendendo a ansiedade no físico e no psicológico

Entre os grandes males de nossa época, sem dúvida a ansiedade é uma delas. A reação do corpo a cada um dos sintomas fisiológicos varia de pessoa para pessoa.

Grupo para falar sobre ansiedade e alimentação

Eu, nutricionista Carlos Lampert Filho, iniciei um projeto para ajudar a todos a lidar com a ansiedade.

No Whatsapp, vamos conversar sobre como buscar harmonia e tranquilidade em nossa alimentação. Vamos encontrar saúde mental, emocional e física. Vou compartilhar meu conhecimento e experiência de 30 anos como terapeuta e nutricionista.

Venha aprender Vamos aprender sobre Medicina Tradicional Chinesa, florais, meditação, fitoterapia, e outras terapias em vídeos, lives, áudios, textos, e materiais especiais.

Muitas pessoas sofrem problemas diários devido ao seu alto nível de ansiedade. Ela afeta praticamente quase todos os órgãos.

A ansiedade é um alerta de que há iminência de perigo e que o corpo deve preparar-se para enfrentá-lo.

Segundo estudos realizados na Universidade de Missouri, EUA, uma em cada três pessoas que consulta um cardiologista devido a dores no peito – e um em cada seis pacientes cardiopatas – provavelmente sofre de ansiedade.

Essas reações fisiológicas constituem a maneira primitiva que o organismo se utiliza quando se prepara para lutar ou fugir, dependendo da decisão de enfrentar ou escapar à situação.

Os sintomas cardiovasculares – incluindo palpitações e dor no peito – são geralmente os mais proeminentes e certamente os mais devastadores de todos os sintomas do excesso de ansiedade.

Entendendo a ansiedade no físico e no psicológico 1

Dimensões psicológicas da ansiedade

Veja como a ansiedade se expressa em nossa psique.

  • Apreensão desagradável.
  • Constante tensão ou nervosismo.
  • Descontrole sobre os pensamentos, com dificuldade em esquecer o objeto que gera a tensão.
  • Dificuldade para se concentrar.
  • Inquietação interna.
  • Insegurança.
  • Irritabilidade.
  • Medo constante, difuso e impreciso.
  • Preocupação exagerada em comparação com a realidade.
  • Problemas para dormir.
  • Sensação de opressão e de desconforto.
  • Sensação de que algo ruim vai acontecer
  • Termos populares: “cabeça vazia”, “nervosismo”, “agonia”, “coisa ruim na cabeça”.

Dimensões corporais da ansiedade

Veja abaixo uma lista de sintomas que descrevem de forma bem específica sintomas da ansiedade em nosso organismo:

  • Acessos de calor
  • Agitação dos braços e pernas.
  • Aumento do suor
  • Boca seca
  • Constante tensão ou nervosismo
  • Desconforto respiratório
  • Dor de barriga ou diarreia.
  • Dor ou aperto no peito e aumento das batidas do coração
  • Dores musculares, cefaleia, dor precordial
  • Formigamentos, agulhadas, que não obedecem à distribuição anatômica de uma neuropatia, por exemplo.
  • Náuseas
  • Palpitação incluindo aceleração cardíaca e problemas respiratórios;
  • Queimação no estômago.
  • Respiração ofegante ou falta de ar
  • Sensação de fraqueza ou cansaço
  • Sudorese, geralmente fria, nas palmas das mãos, pés e axilas;
  • Taquicardia, palpitações, opressão torácica
  • Tensão muscular com dificuldade para relaxar, principalmente no peito, pescoço, ombros e costas;
  • Tontura com tremedeira, secura na boca, palidez
  • Tonturas com náuseas.
  • Tremores nas mãos, joelhos, estômago ou outras partes do corpo

Tratamento para ansiedade

O Psicólogo escuta atentamente sua queixa e por meios de técnicas específicas, analisa o contexto de sua vida atual, seu histórico de vida e ajuda na busca do autoconhecimento.

Back To Top