skip to Main Content
51 9.9983-0283 51 3466.5531 espacobambui@gmail.com R. Brasil 680, Canoas RS Facebook

O inverno e saúde na Medicina Tradicional Chinesa

Na Medicina Tradicional Chinesa, o Inverno está associado ao Frio no que diz respeito à energia do Céu, e à Agua no que diz respeito à energia da Terra. Portanto Àgua e Frio dominam esta estação. O Frio endurece. A água torna-se gelo e neve. Os músculos retraem-se, a energia desacelera, concentra-se no interior e as estruturas à volta das articulações ficam mais rígidas.

Nesta altura do ano o Yin domina, o Yang está recolhido e perdeu a sua potência. As noites são mais longas, a seiva desceu à terra, os animais hibernam, as árvores estão despidas, a terra não produz, tudo na natureza se interiorizou e repousa. É altura em que também o ser humano se deve recolher e desacelerar para se preservar face ao clima agreste da estação.

O Yang encontra-se menos ativo e nas camadas mais internas para assim se preparar para o inicio da Primavera, altura em que volta às camadas mais superficiais, renovado e cheio de força. O Frio ataca as funções Yang do nosso organismo (o nosso sistema imunitário), e se não forem tomadas medidas para o combater e ajudar o corpo a manter o seu calor, a energia Yang sucumbirá perante o Frio que poderá penetrar no corpo e afetá-lo.

É importante ter o cuidado de vestir roupas quentes, ter uma alimentação que nos aqueça por dentro, tomar infusões e especiarias que promovam o calor interno e fazer exercício físico mais moderado. O esforço do corpo em defender-se das condições próprias desta estação pode resultar em distúrbios energéticos tais como:

  • Lombalgias
  • Fraqueza dos joelhos
  • Rigidez e dor nas articulações
  • Edemas
  • Baixa de líbido e de energia sexual
  • Fadiga mental
  • Asma e todo o tipo de perturbações respiratórias
  • Baixa de acuidade visual
  • Maior tendência para problemas ligados à bexiga e à próstata
Acupuntura

A acupunctura reforça a energia do nosso sistema imunitário, para ajudar o nosso organismo a fazer face aos problemas próprios da estação e prepara-o para prosseguir com maior capacidade de adaptação para a estação seguinte, a Primavera. Que do ponto de vista energético é uma altura de mudança de polaridade, e igualmente exigente para o nosso corpo e mente. A massoterapia, excelente em todas as estações, segue muito positiva no inverno.

Alimentação e inverno segundo a Medicina Tradicional Chinesa

Devemos ter cuidado com alimentos que acumulam muita umidade no organismo. Os principais desta lista são: maionese caseira ou industrial (que os descendentes de alemães também conhecem como “salada de batata”), laticínios em geral (principalmente queijos amarelos e leite integral pasteurizado), farinhas brancas, frituras e alimentos que foram congelados.

As recomendações para o período são os alimentos em forma de sementes (altamente energéticos) como as nozes (que pela lei das assinaturas lembra a forma do cérebro), as amêndoas, sementes de girassol, gergelim, linhaça, castanhas do Pará, castanhas de cajú e outras. São indicados os feijões de todos os tipos, lentilhas, verduras e legumes levemente aquecidos.

Como já há uma tendência à letargia, importante evitar consumo excessivo de batatas.

Em outras palavras, o inverno é um período para armazenar energias, que serão utilizadas mais plenamente nas demais estações do ano. Porém, se ingerimos alimentos excessivamente gordurosos, essa energia poderá ficar acumulada na forma de gordura, o que não é desejável, correto?

Assim, a melhor forma de armazenar energia nesta estação é através de alimentação leve e energética, em doses moderadas e regulares (não passe fome!) e através de práticas como meditação, tai chi chuan, chi kung ou yoga, que são de baixo impacto e estimulam a concentração.

Órgãos

O inverno está associado ao elemento ÁGUA, ao órgão RIM e à víscera BEXIGA e a cor do elemento é o preto ou o azul escuro. No organismo o elemento ÁGUA está relacionado com a circulação do sangue, o suor, as lágrimas, a BEXIGA e, mais significativamente o RIM.

Os RINS controlam o metabolismo da água, o equilíbrio do Yin e do Yang nos rins determina a eficiência desse metabolismo no nosso organismo, para manter os rins saudáveis, você deve mantê-los aquecidos e bem hidratados.

BEXIGA armazena e elimina o excesso de líquidos do organismo. O meridiano da bexiga influencia os nervos simpáticos, que governam o trabalho de muitos sistemas do nosso organismo. Seu equilíbrio energético é fundamental.

Como podemos evitar as doenças no frio?

  • Em primeiro lugar devemos vigiar nosso consumo de água. Devemos continuar o consumo normal, de em média 35ml de água por kg de peso, por dia, e aumentar em meio litro para cada quarenta minutos de atividade física aeróbica realizada. Lembrando que, em grande parte do país o inverno é seco, o que pode levar o indivíduo à desidratação caso não esteja atento ao consumo ideal de líquidos.
  • Devemos nos concentrar na alimentação. Alimentos e chás de essência quente ajudam a minimizar os efeitos do frio do inverno: canela, gengibre, anis, anis estrelado, café, cereja, cravo, alho, pimenta, nozes, castanhas entre outros alimentos são considerados mornos ou quentes para os elementos Água e Metal e seu consumo ajuda no aquecimento interno no corpo, protegendo o organismo de doenças do frio e melhorando os sintomas das que já estão presentes. Consulte um nutricionista especialista em medicina chinesa.
  • Fazer atividades físicas moderadas, como uma caminhada ritmada por pelo menos meia hora por dia ajuda no aquecimento do corpo.
  • Evitar alimentos com temperatura de consumo gelada ou que promovem o resfriamento corporal.
  • Fazer escalda pés com um pouco de gengibre na água aquece o meridiano do Rim e trará bem estar.
  • Pontos de acupuntura R1, R3, R7, VC4 com agulhas e em especial com moxa, serão imprescindíveis para evitar ou melhorar sintomas de diversas patologias.
  • Em auriculoterapia, pontos como Rim, Pulmão e Metabolismo podem ser feitos com a mogussa (pequeno bastão de moxa japonesa feito de artermísia processada e compactada.

Chás para o inverno

As vantagens de tomar essas infusões são ainda mais significativas durante o inverno, pois as ervas ajudam a fortalecer o sistema imunológico e combater gripes e alergias. No entanto, vale dizer que nem todas as ervas são indicadas para mulheres grávidas ou lactantes. É importante que a mãe consulte o obstetra ou um fitoterapeuta antes de optar por algum.

Abaixo, seguem alguns sabores de chás ideais para provar no inverno:

Para prevenir resfriado

  • Chá de gengibre

O chá feito com gengibre é um ótimo antigripal que ajuda a proteger o organismo e aumentar a temperatura do corpo. Além disso, possui ação anti-inflamatória e é usado para aliviar dores de garganta. Para potencializar ainda mais o efeito, é interessante acrescentar pimenta cayena, limão e mel.

  • Chá de alecrim

O alecrim também é outra erva que atua no fortalecimento do sistema imunológico, afastando a possibilidade de um resfriado aparecer. E para quem já está com gripe, esse chá também ajuda a amenizar os sintomas.

Para tratar tosse ou muco

  • Chá de hortelã

O mentol, presente na hortelã, tem ação expectorante, o que ajuda no alívio da tosse, congestão nasal e na eliminação de muco.

  • Chá de alecrim

O chá de alecrim também tem ação expectorante e combate a tosse acompanhada de catarro.

Back To Top